Portugal_blog_header.jpg

3 maneiras de tirar proveito das tendências de viagem em Portugal

Published by Nicole Kow on nov 4, 2015 | 3 minute read

A World Travel and Tourism Council estima que Portugal receba 9 milhões de Turistas até ao final do ano 2015. Um valor que se espera que cresça para 11.6 milhões até 2025. 68.2% das receitas geradas pelo turismo provêm de turistas estrangeiros enquanto que 31.8% provem de viajantes nacionais. Gastos em viagens de negócio como de lazer deverão também continuar a crescer nos próximos anos a uma taxa superior a 2%, atingindo um total de 25.8 mil milhões até 2025.

Em termos globais, a relatório World Travel Trends Report 2013/2014 realça um crescimento no número de jovens viajantes, com idades entre os 15 e 29 anos, e um aumento dos alojamentos low-cost. Além disso, o sector do turismo foca-se cada vez mais no marketing digital com os destinos a tentarem atrair cada vez mais mercados emergentes como a China, Japão e Rússia.

Em resposta a estas previsões de crescimento, o Turismo de Portugal lançou um Plano Estratégico Nacional do Turismo com 10 pontos chave. Também lançaram um relatório detalhado com as principais acções para cada um dos pontos, poderá lê-lo aqui.

O relatório esboça mercados-alvo que o Turismo de Portugal quer atrair, incluindo países como Estados Unidos da América, Brasil, Canadá, China, Japão e Rússia. Com o alargamento do número vôos low-cost em Portugal, pretende também aumentar o número de viajantes oriundos de outros países europeus como o Reino Unido, Irlanda, Holanda, Republica Checa, Hungria e da Escandinávia.

Numa entrevista para o Financial Times, João Cotrim Figueiredo, presidente do Turismo de Portugal, salientou como a sua equipa assenta a sua comunicação nos mercados internacionais nas redes sociais e análise de dados online. E equipa tenta gerir as experiências online dos utilizadores, desde a sua procura online por inspiração para viagens, até ao processo de tomada de decisão – quando os turistas decidem visitar Portugal no próximo Verão.

Eles também encorajem os viajantes a partilharem as suas experiência nas redes sociais, por exemplo através de um comentário na sua página de Facebook que já conta com mais de 1 milhão de gostos.

Algarve, Portugal

“Fantástico. Mas como é que tudo isso afecta a minha empresa?” Pergunta você.

Como é óbvio, convém esperar um aumento de turistas destes mercados, especialmente viajantes de fora da Europa. Esteja preparado para as diferenças culturais e linguísticas. Pode começar a treinar empregados para falar o básico de mandarim (chinês), russo ou japonês; ou procure guias turísticos que já falam essas línguas. Pode também crias páginas na internet em várias línguas para atrair clientes internacionais.

Em segundo lugar, crie conteúdo de qualidade. Através deste blog, nós frequentemente escrevemos sobre a importância de conteúdos de qualidade. Porquê? Porque nós sabemos que a Internet é a principal fonte de informação para preparar uma viagem. Quanto mais informação disponibilizar aos seus clientes sobre o destino, a sua excursão, as suas actividades e a sua empresa, tanto melhor. Leia aqui 10 razões para começar um blog.

Mas antes de procurar informação sobre blogs de viajem ou revistas da especialidade para começar a escrever, pense sobre a sua marca. O que é que diferencia a sua actividade do vizinho do lado? Como é que pretende dar a conhecer essa informação aos seus clientes? Lamento mas escrever “o melhor tour em Portugal” não lhe dará numa vantagem. De acordo com este artigo de investigação, precisará de saber o que torna as suas actividades especiais e comunicá-lo coerentemente através de todos os canais ao seu dispor. Uma boa maneira de começar isto, é tendo a certeza que o seu logótipo e slogan aparece em todas as suas plataformas e de forma uniformizada.

Finalmente, importa estar à altura das expectativas criadas. Se prometeu um rali tascas inesquecível, então terá de oferecer um rali tascas inesquecível. Não há nada mais decepcionante que estar a contar com uma experiência fantásticas e receber apenas uma fracção do que fora prometido. Além disso, existe sempre o risco de alguém lhe deixar um comentário negativo na Internet. Num relatório da Comissão Europeia em 2013, 56% das pessoas tomavam decisões de viagem com base nas recomendações de amigos e familiares. Por outro lado, 46% tomavam essas decisões com base em vários sites de viagem como TripAdvisor.

Statues in Portugal

 

Portugal irá crescer exponencialmente na próxima década. Construa agora pilares sólidos na sua empresa para que tenha uma boa fatia dum bolo de €25.8 mil milhões em 2025.

 

Que estratégias criativas usa para fortalecer a marca das suas excursões e actividades?

 

Interessado em saber como um sistema de reservas online o pode ajudar a crescer?

 

 Agende sua Demo

 
Nicole Kow

Published by Nicole Kow

Having graduated from the UK, Nicole travelled around Europe before joining TrekkSoft's marketing team. She is now based in KL and regularly blogs about her travels at Next Train Out.

Related posts

The ultimate booking solution for you

If you're a tour or activity company or a tourism board, we have the perfect plan for your business.

Get a Demo