header_brazilian_companies_to_prep_for_olympics.png

4 dicas para guias e empresas de turismo brasileiras se prepararem para as Olimpíadas

Posted by Maria Eduarda Possamai on abr 14, 2016

As Olimpíadas e Paralimpíadas sediadas no Rio de Janeiro prometem atrair muitos turistas para o Brasil em 2016. Segundo o Ministério do Turismo, a expectativa é de que 1 milhão de estrangeiros cheguem ao país durante os jogos e que um total de 6,5 milhões seja atingido até o final do ano – um recorde de turistas internacionais para o Brasil.

No entanto, como já falamos aqui no blog, uma das principais tendências para o turismo brasileiro em 2016 é de que os visitantes não fiquem somente no Rio de Janeiro, o que significa que guias turísticos de todo o país devem se preparar para receber os turistas, gerando mais reservas e visibilidade. Quer saber como? Aqui estão 4 dicas para se preparar para a temporada das Olimpíadas no Brasil:

1. Ecoturismo e cultura em alta

Por ser um país tão grande e com tamanha variedade de destinos, o Brasil é reconhecido em instituições internacionais, como o Fórum Econômico Mundial (do Brasil), como o maior potencial natural entre 140 nações pesquisadas, além de ter o oitavo lugar em maior potencial cultural.

Sendo assim, turistas internacionais tendem a querer vivenciar o ecoturismo e a cultura local, que está muito presente em cidades como Recife (PE), Salvador (BH), e destinos como Bonito (MS), Foz do Iguaçu (PR), Fernando de Noronha, praias de Santa Catarina e do Nordeste, além do cerrado e das serras brasileiras.

Turismo em praia brasileira - Rio de Janeiro

2. Passeios para públicos diferentes

Um ponto muito importante na hora de vender tours e atividades é entender o seu público. Por exemplo, as Olimpíadas costumam ser um evento mais familiar e diversificado. Dessa forma, é fundamental pensar em destinos e passeios que sejam interessantes para famílias, ou seja, um público que pode incluir desde bebês e crianças até idosos. Destinos com paisagens naturais, museus, passeios de trens e contato com a fauna e flora local costumam ser os mais procurados para passeios familiares.

Outro ponto é o fato de que os jogos Paralímpicos levarão atletas e turistas com necessidades especiais ao país e, da mesma forma, é importante pensar em atrações turísticas e destinos com boa acessibilidade. O programa Turismo Acessível, coordenado pelo Ministério do Turismo com o apoio da Secretaria de Direitos Humanos, está realizando diversas ações para promover a inclusão às atividades turísticas. O programa é direcionado a gestores, profissionais do turismo e pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida e entre as atividades conta com o lançamento do portal Guia Turismo Acessível, um site colaborativo onde é possível avaliar e consultar a acessibilidade de pontos turísticos, hotéis, restaurantes, parques e atrações diversas.

3. O Brasil está mirando no mercado Chinês

Aproveitando a grande movimentação gerada pelas Olimpíadas, o Brasil pretende se preparar para receber turistas chineses. O assunto foi debatido no seminário Welcome Chinese, realizado em março, onde foram destacados alguns dados como o fato de que, segundo a Organização Mundial de Turismo, os cidadãos chineses são os que mais gastam desde 2012 em termos mundiais, além de anualmente 100 milhões de pessoas saírem da China para conhecerem novos países. No entanto, de acordo com o Anuário Estatístico do Ministério do Turismo do Brasil, o país recebeu apenas 57 mil dessas pessoas em 2014. As principais causas para estes números são a dificuldade com a língua, os preços altos das passagens e a burocracia para os chineses conseguirem o visto brasileiro.

Por isso, soluções como a instalação de centros de processamento de visto estão sendo implementados pelo governo. Mas, mais do que isso, as empresas, estabelecimentos e operadores de turismo precisam trabalhar com operadoras de cartões chinesas, como a Union Pay, ou então serviços de pagamento mundiais. O Gateway de Pagamento da TrekkSoft pode te ajudar: nosso sistema de pagamentos permite que você receba em USD (Dólar Americano, mais comum para turistas internacionais) diretamente na sua conta. Além disso, integramos você com os maiores serviços de pagamento a nível mundial. Você também pode conferir nosso guia para chegar ao mercado turístico chinês e entender as principais estratégias para atingir este público.

Pesquisa de turismo na internet

4. Aproveite o momento para focar no futuro

Os jogos olímpicos e paraolímpicos acontecerão em agosto e setembro, ou seja, no final do inverno brasileiro. Isso significa que ainda não será a alta temporada do país, que acontece entre dezembro e março. No entanto, você pode aproveitar toda a movimentação, visitas de turistas e grande procura por destinos brasileiros para já anunciar seus serviços e tours para o verão.

A melhor maneira de fazer isso é tendo presença online. Uma vez que a maioria dos turistas serão de outros países, a principal forma de pesquisa e reservas será online, em sites e redes sociais por exemplo. Com o software da TrekkSoft você pode divulgar e gerenciar seu negócio de qualquer lugar em apenas uma ferramenta. Crie seu website e aceite reservas e pagamentos online com facilidade e comece desde já a impulsionar suas vendas.

 

Marque presença no mercado digital com serviços de reservas e pagamentos online. 

Quer integrar um processo de reserva automatizado no seu site?

Agende sua Demo

Maria Eduarda Possamai

Escrito por Maria Eduarda Possamai

Brazilian social media analyst and content writer who likes traveling, camping and listening to some good music. You may call her Duda.

Categorias: Marketing tips, Tourism trends, Business advice

   

Pesquise no blog