Como os jogos Olímpicos afetarão a indústria de turismo do Brasil

Rio 2016: como os Jogos Olímpicos afetarão a indústria de turismo do Brasil

Posted by Lucy Fuggle on dez 18, 2015

Em menos de um ano, a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro serão um acontecimento observado pelo mundo inteiro. O Brasil tem se preparado para o impacto do maior evento multidesportivo do mundo no país, que irá colocar, sem sombra de dúvida, bastante pressão na indústria do turismo.

O Brasil está esperando que essa pressão seja positiva. Afinal de contas, desde 2008 até 2014, as receitas do Rio do mercado de turismo externo cresceram de 1.264bn USD para 2.104bn USD (Riocepetur). A Copa do Mundo de 2014 fez parte desse crescimento, mas também trouxe alguns problemas. O Brasil agora tem de resolver esses mesmos problemas e acelerar até 2016.

Abaixo pode encontrar cinco formas nas quais os Jogos Olímpicos irão impactar a indústria turística do Brasil. Como operador turístico ou fornecedor de atividades, esses fatores são realmente importantes quando se fala de adaptar as suas excursões e marketing.

Impacto no Turismo Rio 2016

1. Os turistas não estão apenas visitando pelo espetáculo de classe mundial de desporto

O Instituto de Turismo do Brasil prevê que o Brasil receberá pelo menos 380,000 visitantes estrangeiros durante os Jogos Olímpicos. Para além da promessa de um desporto de classe mundial, esses visitantes estarão atraídos para os famosos monumentos, carnavais, e paisagens.

Pense sobre que aquele toque especial que as suas excursões podem oferecer aos seus clientes e que mais ninguém pode oferecer. Pode melhorar a visita deles ao Rio?

Rio 2016 Cristo Redentor

2. Os turistas não quererão perder o Cristo Redentor

A atração turística mais famosa do Brasil é o Cristo Redentor, a estátua de mais de 30 metros no pico da montanha do Corcovado. É um símbolo da Cristandade, uma das partes mais icónicas do país, e agora considerada uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo.

Mais de 2.241 milhões de turistas internacionais (de um total de 5.9 milhões) visitaram o Cristo Redentor durante 2014, quando o Brasil foi o anfitrião da Copa do Mundo.

As suas excursões destacam essa atração, ou contam a sua história? Considere sobre se pode publicitar as suas excursões ao mesmo tempo que oferece uma visão geral sobre a cultura, arquitetura e herança do Rio.

 

3. A autoridade de turismo da cidade quer oferecer melhores condições aos turistas

Paulo Villela, o diretor de publicidade da autoridade de turismo do Rio, RIOTUR, disse que a cidade quer melhorar as suas instalações e serviços para oferecer aos clientes melhores experiências. Como uma experiência de partilha e aprendizagem, Villela visitou Londres durante os Jogos Olímpicos de 2012 e ficou impressionado pelos serviços de informação convenientes que Londres disponibilizava aos seus visitantes. O Rio tem se de seguir o mesmo caminho.

Se as instalações e serviços melhoraram na região onde trabalha, pense sobre se pode tirar partido disso. Pode a nova infraestrutura beneficiar a execução das suas excursões ou a sua publicidade?

Impacto das Olimpíadas no Turismo

4. O Brasil precisa de ultrapassar certos obstáculos para atrair mais estrangeiros

O Brasil continua enfrentando obstáculos na atração de estrangeiros. Isso inclui os requerimentos de vistos para os cidadãos dos Estados Unidos e uma infraestrutura inadequada de aviação regional.

Como operador turístico, fique sempre atualizado sobre progressos nessas áreas. Se os requerimentos de vistos forem mais relaxados para cidadãos dos Estados Unidos, adapte as suas excursões e publicidade para o mercado Americano.

Também pode começar com a publicidade PPC que se foca nas regiões que pretende segmentar. Além disso, tire algum tempo para compreender que este mercado quer ganhar algo ao visitar o Brasil. Pode a sua excursão ou atividade oferecer isso?

 

5. O Brasil precisa de se abrir a línguas estrangeiras

Uma grande dificuldade para o Brasil é a falha do país em abraçar os idiomas estrangeiros.

Os operadores turísticos e o comitê de turismo do Senado expressaram a sua preocupação sobre tão poucos Brasileiros falarem línguas estrnageiras, sendo que não há um número suficiente de empregados treinados em hotéis ou restaurantes, e os sinais nas estradas e museus são pobres em Português, quanto mais em Inglês.

Para extrair mais dos Jogos Olímpicos do que da Copa do Mundo, o Brasil tem de abordar esse problema agora. Também convém considerar as várias línguas da sua própria empresa turística.

O seu sítio está traduzido para as línguas chave que pretende segmentar? Além disso, usa um software multilingue de reservas online, como o da TrekkSoft? Se não, pode pedir uma demonstração com a nossa equipe de vendas para ver como isso pode beneficiar a sua empresa. Finalmente, existem algum potencial em oferecer as suas excursões em línguas estrangeiras?

 

Quer descobrir o impacto que um software de reservas online pode ter na sua empresa de atividades e excursões?

Solicite sua demonstração  

Lucy Fuggle

Escrito por Lucy Fuggle

Lucy is Head of Content Marketing at TrekkSoft. She tries to read a book a week, travel solo every month, and share ideas on lucyfuggle.com. You can usually find her in Switzerland's Berner Oberland.

Categorias: Tourism trends

   

Pesquise no blog